Buscar

Inteligência Emocional: Sabe o que é?


Todos nós temos personalidades diferentes, desejos, necessidades e maneiras diferentes de mostrar as nossas emoções.

A Inteligência emocional é a capacidade de reconhecer as emoções, entender o que elas nos estão a dizer e perceber como estas nos afetam a nós e às pessoas ao nosso redor. Esta capacidade de expressar e controlar as nossas emoções é essencial, mas também a capacidade de compreender, interpretar e responder às emoções dos outros. Significa que valoriza os outros, ouve os seus desejos e necessidades e é capaz de sentir empatia ou se identificar com eles em muitos níveis diferentes.


Existem cinco elementos que podem definir inteligência emocional.

1. Autoconsciência. As pessoas com autoconsciência entendem as suas emoções e, por isso, não permitem que estas saiam do controlo. Também, são capazes de reconhecer os seus pontos fortes, as suas limitações e estão suscetíveis a novas perspetivas e experiências. Para desenvolver a autoconsciência deixamos-lhe algumas questões que pode colocar a si mesmo:

1. Que emoção estou a sentir agora mesmo?

2. Onde é que estou a senti-la no meu corpo?

3. Porque é que estou a sentir esta emoção?

4. Qual o gatilho que gerou esta emoção?

5. A que atitudes, crenças ou valores esta emoção está ligada?


2. Autorregulação. Esta é a capacidade de controlar emoções e impulsos de forma adequada. Pessoas que se autorregulam normalmente não se permitem ficar com muita raiva e não tomam decisões impulsivas e descuidadas, pensam antes de agir. As características da autorregulação são consideração, flexibilidade, integridade e a capacidade de dizer não.


3. Motivação. Pessoas com motivação estão dispostos a adiar resultados imediatos para o sucesso de longo prazo, são produtivos, têm objetivos definidos, adoram desafios e são muito eficazes em tudo o que fazem.


4. Empatia. Um dos elementos mais importantes da inteligência emocional. A Empatia é a capacidade de se identificar e compreender os desejos, necessidades e pontos de vista das outras pessoas. Pessoas com empatia são boas a reconhecer os sentimentos dos outros, mesmo quando esses sentimentos podem não ser óbvios. Como resultado, as pessoas empáticas geralmente são excelentes em relacionar-se e a ouvir os outros. Eles evitam estereótipos e julgamentos muito rapidamente e vivem as suas vidas de uma forma muito aberta e honesta.


5. Competências Sociais. Geralmente é fácil conversar e gostar de pessoas com competências sociais. São excelentes comunicadores, em vez de se focarem neles próprios, ajudam os outros a desenvolver e atingir metas, constroem relações significativas e desenvolvem uma compreensão mais forte de si mesmo e dos outros.


A inteligência emocional é a chave para se relacionar bem com os outros e alcançar os seus objetivos. Para desenvolver as suas competências nas cinco áreas acima, deixamos-lhe algumas estratégias:

  • Preste atenção às suas emoções, pensamentos e esteja disposto a partilhá-los;

  • Observe atentamente à forma como interage e reage com outras pessoas;

  • Faça uma autoavaliação honesta;

  • Observe a forma como reage em situações de stress;

  • Observe a forma como as suas ações podem afetar os outros;

  • Tome responsabilidade pelas suas próprias ações;

  • Pratique o contacto visual, a escuta ativa, o feedback construtivo e a meditação;

  • Estabeleça metas pequenas e mensuráveis;

  • Preste atenção à linguagem não verbal, sua e dos outros.



Texto elaborado por Dra. Joana Pereira, Psicóloga Júnior e Formadora na ForYourMind

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Dislexia