Buscar

Detox: A desintoxicação (fácil) pós-festas!




Quem já não ouviu falar dos famosos planos detox e nos “batidos” ao longo do dia para desintoxicar?

Pois é, o ano muda, mas as festas/excessos e detox’s continuam!


A verdade é que após um período, dito de alguns excessos, a subida à balança torna-se aflitiva para muitas pessoas.


Tenho a certeza que aumentei de peso.

Ui, nem quero ver! Mais 1kg tenho de certeza!”.


Dois pensamentos no meio de tantos outros que nos passam pela cabeça, certo?!


Mas vá, temos de admitir que a balança não é o bicho-papão portador de más noticias, ok? É apenas realista.

Vejamos... É normal que, após um período festivo, no qual a atividade física, para muitos, é resumida ao levantar do copo e do talher ou levantar do sofá para a cadeira da mesa, o aumento dos números da balança aconteça.

Agora, atenção! Será isso representativo de um aumento de peso? Será que realmente aumentei 1 a 2kg? Não me parece!


Nestes períodos temos tendência para aumentar o consumo de alimentos/refeições mais confeccionadas e com isto digo, mais temperadas/salgadas, picantes (…). Por norma o consumo de doces, açúcar e gordura também aumenta. E o álcool? Aquele copo de vinho utilizado para mais um brinde ao convívio?

Pois é, tudo isto provoca um distúrbio a nível do nosso organismo e trânsito intestinal.


A água acaba por ser escassa, a atividade física também e o nosso intestino retrai e deixa de colaborar. E isto sim, leva ao dito aumento de peso, o facto de existir uma maior retenção e a uma menor evacuação nestes dias.


No entanto, nada melhor que voltar à rotina, beber 1,5l de água ao longo do dia, incluir legumes (prato/sopa) às refeições, praticar atividade física e não saltar refeições! Basicamente retomar o nosso dia-a-dia. Eliminar os excessos e repor o que nos é essencial para estimular o nosso intestino a colaborar novamente e aí sim, tudo se começa a endireitar!


Os famosos planos detox dão-nos uma falsa sensação de emagrecimento uma vez que o que realmente estamos a fazer é ingerir água e baixas quilocalorias ao longo do dia, o que, facilmente conseguiríamos fazer com um plano “normal” composto por refeições equilibradas ao longo do dia.

Mas é giro e todos fazem, não é? “Viste aquela? Fez isso e emagreceu 3kg. Olha como está bem!”.


Não nos podemos esquecer que cada pessoa é uma pessoa e tem o seu próprio organismo.

Nada melhor que ter acompanhamento personalizado e perceber o que realmente funciona connosco e com a nossa saúde.


Não se esqueçam: “A dieta da vizinha é da vizinha e não minha!



Andreia Grumete, Nutricionista na ForYourMind, Cédula Profissional 2929N

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Dislexia