Buscar

Como ajudar o seu filho a gerir emoções


Lidar com as emoções é das competências mais importantes que uma criança deve desenvolver.


Trabalhar precocemente as emoções permite que a crianças desenvolva desde cedo a sua inteligência emocional.



Crianças que têm uma inteligência emocional desenvolvida tornam-se adultos mais serenos e com uma melhor qualidade de vida.


7 Estratégias para estimular o desenvolvimento emocional do seu filho


1. Estimular a identificação de emoções - Utilize imagens ou expresse no seu rosto uma variedade de emoções e peça ao seu filho para identificar qual é a emoção presente. Poderá também incentivá-lo a expressar as suas emoções em frente a um espelho para que comece a reconhecer e expressar as suas próprias emoções.


2. Validar o que o seu filho está a sentir e encorajá-lo a falar sobre isso – Dar nome ao sentimento através de uma atitude carinhosa e aceitante, mesmo que emoção não seja agradável, ajudará a criança a sentir-se mais compreendida.

Exemplo: “Parece que isso que deixou triste” “Sinto que estás zangado(a)”


3. Exprimir os seus sentimentos – Aproveite as situações do dia a dia para partilhar os sentimentos e dar nome às emoções aí presentes.


4. Partilhar a fantasia - Utilizar os momentos lúdicos para abordar as emoções. Exemplo: Nas brincadeiras de faz de conta (ex.: com os bonecos), junte-se á criança e crie situações em que as personagens expressam aquilo que estão a sentir mediante as situações que acontecem. Poderá também aproveitar a hora do “conto” para explorar as emoções vividas pelas personagens e associá-las às vivências do seu filho.

Este processo ajudará o seu filho e sentir-se mais compreendido e a lidar mais facilmente com a realidade.


5. Promover a compreensão de que todas as emoções são válidas - É fundamental ajudar o seu filho a compreender que todas emoções e sentimentos, sejam mais ou menos agradáveis, são válidos e essenciais. O que pode não ser válido ou aceitável é o que fazemos com eles.


6. Promover o desenvolvimento de estratégias de relaxamento - Exemplo: A respiração (“Vou pedir-te que imagines que estás a cheirar uma flor, na inspiração, e que sopres para longe uma nuvem escura, com a tua expiração). Pode igualmente aproveitar para criar o “lugar seguro” - capacidade de imaginar um lugar bonito, tranquilo em que a criança se sinta segura através da imaginação ou do desenho.


7. Elogiar – Uma criança que é elogiada da forma adequada se sentir-se-á valorizada e ajudará na construção de uma boa autoestima e autoconfiança.



Texto elaborado por: Jully Pereira, Psicóloga Clínica e da Saúde.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Ansiedade

+351 915 465 134

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn