top of page

A importância da terapia com crianças



A infância é uma das fases de desenvolvimento mais importantes para a construção do indivíduo, sendo que tudo o que acontece tem um impacto direto sobre como estes se irão comportar, na idade adulta. Desta forma, os contextos em que a criança se insere, quer ao nível das relações com os seus familiares significativos, ao nível escolar com os educadores e pares, e sucessivas interações e ambiente envolvente, contribuem para o seu desenvolvimento cognitivo, emocional e social.


Ser mentalmente saudável durante a infância significa alcançar marcos emocionais e de desenvolvimento, aprender competências sociais saudáveis e lidar de forma construtiva face a problemas, contribuindo para uma melhor qualidade de vida e adaptação face aos contextos e situações a que são expostos.


Algumas crianças apresentam facilidade em expressar os seus próprios sentimentos, pensamentos, preocupações, desenvolvendo também a capacidade de compreender o estado emocional dos outros. No entanto, para outras, pode existir uma dificuldade na identificação e expressão do que está a ser experienciado no momento, tornando-se um obstáculo para autorregular as suas emoções e comportamentos e, consequentemente, prejudicar o processo de desenvolvimento. Alguns dos comportamentos que importa prestar atenção podem ser: oposição e desafio, dificuldades de relacionamento e comunicação, terrores noturnos, dificuldades de aprendizagem, condutas hiperativas.


A consulta de psicologia infantil visa ser um espaço terapêutico onde a criança se pode sentir segura, confortável e compreendida, permitindo que esta se expresse livremente e ganhe consciência e compreensão do seu eu interior, nomeadamente, os seus pensamentos, sentimentos e comportamentos.


Na consulta de psicologia infantil, os instrumentos de trabalho que mais permitem aceder ao mundo interior da criança são o brincar, desenhar, colorir, construir, permitindo que aprenda a conhecer o mundo e a realidade que a rodeia, através da criatividade e imaginação. Assim, apresentam papel fundamental na forma de expressar as emoções, mais e menos agradáveis, e entender a conexão que têm com os pensamentos e comportamentos, aprender competências socioemocionais, gestão de conflitos, resolução de problemas, autoconhecimento, aumento de autoestima e autoconfiança, entre outros.


Texto elaborado por Dra. Joana Pereira, Psicóloga e Formadora na ForYourMind.


33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A Gaguez

Comments


bottom of page